Os cinco Solas

Listen to this article
Tempo de leitura 4 minutos

O Cinco Solas da Reforma Protestante (Romanos 1.17. NVI)

 

Quando tudo parecia perdido, um homem lê a luz de vela: Romanos 1.17 “O Justo viverá pela fé”

Ali seus olhos foram abertos para aquela verdade e mostrou os enganos que eram ensinados naqueles dias, como: Indulgencias, Compra de Terreno no Céu, pedaços da cruz e coroa de espinhos de Cristo.

No dia 31 de outubro de 1517 Martinho Lutero enviou as suas 95 teses para o Arcebispo de Maiz dando início a um dos eventos mais importantes da história da Igreja: a Reforma Protestante.

Lutero que era um monge da Igreja Católica, se levantou após notar que os dogmas da Instituição na época eram opostos aos ensinamentos bíblicos.

A Reforma então marca um movimento focado em trazer a centralidade bíblica de volta para a Igreja.

Essas doutrinas se popularizaram como os 5 Solas da Reforma Protestante. Neste Devocional vamos entender o que são e quais são os Solas.

O que são os 5 Solas?

Os 5 Solas da Reforma Protestante são teorias teológicas que resumem os principais pensamentos dos reformadores. Os Solas são os principais pontos de oposição da Teologia Reformada contra os ensinos da Igreja Católica.

Todos eles são frases no Latim e o termo “Sola” significa “somente”. Assim temos os 5 Solas da Reforma, são eles:

Sola Scriptura = Somente a Escritura

Solus Christus = Somente Cristo

Sola Gratia = Só a Graça

Sola Fide = Só a Fé

Soli Deo Gloria = Somente a Deus a Glória

Apesar de serem os grandes pilares da Reforma, os termos não surgiram naquela época, mas vieram de teólogos e estudiosos posteriores.

Não se sabe quando surgiram essas expressões ou pensamentos teológicos dos cinco Solas, Acredita-se que isso se deu a partir do período em que foram formulados os catecismos e as confissões de fé da Igreja Protestante. mas fica claro que tem base bíblica e são pilares no confronto as heresias

 

Mas o que cada um desses Solas significa?

 

SOLA SCRIPTURA (SOMENTE AS ESCRITURAS)

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução” (2 Tm 3.16. NVI)
A Escritura inerrante, como fonte única de revelação divina escrita, única para constranger a consciência. A Bíblia ensina tudo aquilo que precisamos, sozinha ensina tudo o que é necessário para nossa salvação do pecado, e é o padrão pelo qual todo comportamento cristão deve ser avaliado.

Diferente do que era ensinado na época, esse Sola mostra que somente a Palavra de Deus deve ser identificada como regra de fé e prática da Igreja.

 

SOLUS CHRISTUS (SOMENTE CRISTO)

“Pois há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens: o homem Cristo Jesus” (1 Tm 2.5.NVI)
Nossa salvação é realizada unicamente pela obra de Cristo histórico. Sua vida sem pecado e sua expiação por si só são suficientes para nossa justificação e reconciliação com o Pai.

Nenhum outro complemento precisa ser adicionado a sua obra redentora. Seu sacrifício substitutivo em nosso lugar é suficiente para o perdão de nossos pecados satisfazendo plenamente a justiça de Deus.

 

SOLA GRATIA (SOMENTE A GRAÇA)

“Pois vocês são salvos pela graça.” (Efésios 2.9.NVI)

Somos salvos pela graça, um favor imerecido que Deus concede ao Homem. Isso significa que ela é uma obra realizada unicamente por Deus não dependendo de qualquer cooperação humana. O homem nasce morto em seus delitos e pecados, e não pode obter a salvação mediante suas obras.

Na salvação somos resgatados da ira de Deus unicamente pela sua graça. soltando-nos de nossa servidão ao pecado e erguendo-nos da morte espiritual à vida espiritual.

 

SOLA FIDE (SOMENTE A FÉ)

“Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo” (Rm 5.1. NVI)

A justificação é unicamente pela fé em Cristo. Por isso temos paz com Deus a fé é um dom de Deus, o homem que não nasceu de novo é incapaz de confessar Jesus como seu Salvador.

A justificação é somente pela graça somente por intermédio da fé somente por causa de Cristo. Na justificação a retidão de Cristo nos é imputada como o único meio possível de satisfazer a perfeita justiça de Deus.

 

 

 

SOLI DEO GLORIA (SOMENTE A DEUS A GLÓRIA)

“Pois dele, por ele e para ele são todas as coisas. A ele seja a glória para sempre! Amém.” (Rm 11.36. NVI)

A salvação é de Deus e realizada por Deus, ela é para a glória de Deus e devemos glorificá-lo sempre. Devemos viver nossa vida inteira perante a face de Deus, sob a autoridade de Deus, e para sua glória somente.

O Soli Deo Glória é o resultado final e natural dos outros SOLAS Quando se entende que somente a Palavra Deus é regra de fé e prática, que ela revela que unicamente Cristo é o mediador entre Deus e o homem, e que a salvação não vem de obras humanas, mas é pela graça mediante a fé, não há outra interpretação possível a não ser a de que a glória pertence somente a Deus.

 

Quando olhamos os Cinco Solas e olhamos para muitas igrejas protestantes hoje, percebemos o quão distante elas estão das bases da Reforma e consequentemente das Escrituras.

Mas oremos para que Deus levante cristão corajosos, que não se corrompem. Os remanescentes que protestem quando a igreja estiver saindo do caminho.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *