Ensinando a Palavra
Ensinando a Palavra

Ensinando a Palavra

Listen to this article
Tempo de leitura 2 minutos

Ensinando a Palavra

“Samuel ainda não conhecia o Senhor, porque nunca havia recebido uma mensagem dele.” 1 Samuel 3.7 NVT

O Dia das Mães passou e eu me peguei refletindo essa manhã sobre a importância do ensino que os pais dão para os filhos. Será que ensinar a sua criança por onde ela deve andar influencia muito o caminho final dela? Será que você pode ensinar efetivamente a criança a viver com Cristo?

Aqui temos o caso de Samuel. Samuel tinha sido dado ao Senhor pela promessa que sua mãe havia feito ao Senhor e agora, vivendo na casa do Pai, quem instruia Samuel era Eli. Eli era responsável por contar as histórias do povo de Israel, ensinar as leis, conversar sobre a Palavra. Em 1 Samuel 3, o pequeno Samuel tinha ouvido, pela primeira vez, o Senhor o chamar. Ele não conhecia aquilo, nunca tinha visto aquele tipo de coisa acontecer e aposto que ficou desorientado.

E aqui entramos nesse versículo: “Samuel ainda não conhecia o Senhor.” É verdade que muitas vezes o Senhor se apresenta a nós por intermédio de outras pessoas, mas é responsabilidade dos nossos pais e responsáveis legais a nos ensinar a Palavra. Pais, mães, ensinem a Palavra para os seus filhos.

Estamos vivendo em um mundo que disvirtua a moral cristã com tamanha facilidade que se a verdade não for plantada desde o começo da vida de uma criança, ela não irá florescer. Pais, contem sobre Jesus para seus filhos, falem das histórias de Israel, cantem louvores em família. Mães, aconselhem, abracem, demonstrem o que a salvação fez em vocês um dia.

Nossas crianças precisam do ensino da Palavra em casa, todos os dias, com histórias, com músicas, com brincadeiras e com o exemplo. Muitas vezes imitamos atitudes dos nossos pais sem eles falarem para fazermos isso porque o vemos todos os dias. Pais, mães, os seus filhos são seus espelhos. Como eles têm agido?

Lembro que minha mãe raramente precisava me dizer para ir ler a Bíblia ou orar porque eu sempre a via fazendo isso. Lembro de acordar de manhã na pandemia e as vezes encontra-la no escritório orando e lendo a Palavra. Ela nunca precisou falar, ela sempre foi o exemplo ativo do que a Palavra faz no coração.

Pais, mães, sejam exemplos ativos da Palavra. Se deleitem, se aprofundem, busquem cada vez mais a Palavra e aposto que seus filhos seguirão o mesmo caminho. É importante fazermos isso porque uma vez que ensinarmos direito o caminho em que a criança deve andar, teremos cumprido o nosso papel.

Samuel foi ensinado na Palavra, ele floresceu e julgou Israel por toda a sua vida. Ele viu reis passarem, guerras passarem, brigas, ídolos e teve todo tipo de influência para largar a fé, MAS permaneceu firme no Senhor porque na noite em que o Senhor lhe chamou, Eli disse:

“Vá e deite-se novamente. Se alguém o chamar, diga: ‘Fala, Senhor, pois teu servo está ouvindo’”. E Samuel voltou para a cama. (1 Samuel 3.9-NVT)

Deixe um comentário sobre este conteúdo!

%d blogueiros gostam disto: